Pedaços de Mim

 

Pedaços de Vida, Paridos, Sentidos, Vividos



Meu Diário
04/07/2009 01h17
04 DE JULHO
04 DE JULHO

Aquele dia não foi como os outros...
Eu não percebi quando engravidei
Mas tive a sensibilidade de notar,
depois que voce nasceu...

cada momento a partir daquele dia
teve outro significado em nossas vidas,
em minha vida...

seria mais um momento que eu teria
mais um momento para nós...
momento nosso.. só nosso.

Mais um beijo de bom dia,
mais conversa na hora do almoço,
mais correrias dentro de casa,
seria um menino correndo
dentro daquela casa.

O meu menino...
com seu sorriso fácil,
que inundava a casa.
A partir daquele dia,
haveria mais sua constante alegria
mais voce junto a mim...
Mais voce ali.

Depois os anos passaram...
voce seguiu seu rumo,
quantos dias passei sem saber noticias suas,
como estaria sendo sua manhã?...
forma tantas noites de lágrimas
foi tanta saudade, imensa, doída, sofrida...

E agora então adulto voce se foi,
foi para sua familia,
continuação natural do que sucedeu a mim.

Eu por momentos pela metade me senti,
mas pude perceber que pela metade
voce não me deixou...

Deixou muitos pedacinhos de voce que ficaram comigo.
Pedacinhos que hoje são voce
materializados em minha vida.

Cada vez que olho algo de voce que aqui ficou,
é seu sorriso que vejo,
é sua expressão,
as vezes guerra...
mas muitas vezes paz,
que me faz tranquilizar o coração.

Sabe filho, o conforto que veio com voce
naquele dia 04 de julho e que eu
não havia notado o porque voce me nascia.
hoje eu sei...

Voce veio para enfeitar meus ultimos dias,
para que hoje eu conseguisse seguir em frente,
ao me sentir sózinha.

Foi para ter voce para me cuidar,
me confortar...me dar amor.
O meu filho, que o médico disse
que não era para ter nascido,
Hoje faz mais um ano de vida
E me faz muito feliz.

PARABÉNS MEU FILHO, FELIZ ANIVERSÁRIO


Publicado por JANINHAMELL em 04/07/2009 às 01h17
 
19/06/2009 03h01
ONDE ANDA VOCE

nestes momentos em que fico aqui
a pensar em tudo o que passou,
nos momentos que vivemos,
as juras que trocamos,
os planos que fizemos para um futuro juntos...
eu dou-me conta de
como o ser humano é estranho!...
se faz juras, se faz planos, se declara amor,
algum sentimento induziu a isso...
Mas então onde foram  parar estes sentimentos???
Voce é um  homem mais que perfeito,
que toda mulher queria ter em sua vida...
Eu voce dizia ser única,
como nunca encontrou outra igual...
Nós tinhamos uma cumplicidade em tudo,
tudo acontecia e caminhava
para ser para sempre, então pergunto,
para onde foi o para sempre??
então vejo que a frase:
"NADA É PARA SEMPRE,
PORQUE PARA SEMPRE, SEMPRE ACABA"
é a mais pura realidade...
pelo menos em nossas vidas,
perfeitamente destruidas,
sem sabermos o por que?
Ficaram perguntas, muitas...
ficaram vazios, muitos...
ficaram palavras não ditas, varias
ficaram decepções, demais
ficaram ressentimentos, sim...
demasiados e doloridos
Eu continuei a viver,
voce certamente também...
Sem motivos?  talvez..
Te amei?? sim demais
Me amou?? tenho convicção que sim
Mas porque não quiseste lutar
para cumprir os planos
resolver os problemas juntos,
encontrar as soluções?
Porque não tentei
te mostrar que podiamos?
Que nosso amor venceria?
Isso jamais saberei...
mas uma certeza tenho,
Uma coisa  estranha marcou nosso fim
algo qualquer tirou voce de mim...
Voce não soube, eu não sei,
mas aconteceu, foi real...
Hoje estamos vivendo?  sim...
mas e o AMOR?
Aquele imenso amor
cumplice, companheiro,
mágico, envolvente,
que nos transportava
ao imortal...
Matamos então
o que era imortal???
deixamos??
abandonamos??
Eu estou aqui,
Vou passando e voce??
Onde anda voce?

 


Publicado por JANINHAMELL em 19/06/2009 às 03h01
 
19/04/2009 04h04
Hoje
Hoje eu teria tanta coisa para falar
Mas dificil de começar,
tantos acontecimentos, tanta saudade,
tanta amargura, tanta alegria,
pode um ser humano
viver em um mesmo dia
tantas emoções diferentes?
me pergunto e...
eu mesma posso responder,
sim pode, pois eu as vivo
muito constantemente
Alegria de ver minha filha feliz,
meus netos correndo
e rindo de suas brincadeiras
e até de suas quedas,
amargura, por sentir
que outros estao longe
sem poder estar brincando,
vivendo quem sabe como???
saudade de meu filho,
de minhas netas distante.
Alegria e felicidade de poder ter ido
fazer compras as mais divesas,
apesar de uma dorzinha lá no fundo,
Ao pensar que muitas pessoas
não tem nem comida na mesa
e  eu ali comprando roupas,
calçados e coisas supérfluas
só para satisfazer meu ego.
Mas tambem penso...
E quando eu não podia fazer isso
apesar do poder aquisitivo,
por não poder andar,
presa a uma cama,
sem saber ao certo se andaria,
então sinto certa satisafação pessoal,
estou viva, estou andando, sou feliz.
Nese momento então penso
em meu bondoso Criador,
que me restaurou e permitiu
este momento, então agradeço,
tiro a culpa, peço por todos estes
Por meus amigos que me incentivam
e por minha familia,
Obrigada meu Deus.

Publicado por JANINHAMELL em 19/04/2009 às 04h04



Página 3 de 3 1 2 3 [«anterior]


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
<script src='http://devocionais.amoremcristo.com/tools/devocionais_embed.asp' charset='utf-8'></script>